Pactum

economia

Alternativas empreendedoras no cenário brasileiro

23 de janeiro de 2015

As previsões dos principais especialistas para o desempenho da economia neste ano que se inicia, associadas ao cenário tributário atual, vão obrigar os empresários brasileiros ao enfrentamento de intensos testes de resistência e de resiliência.

Feriados prolongados devem gerar perda de R$ 45 bilhões para o País

16 de janeiro de 2015

Neste ano, os brasileiros terão a oportunidade de prolongar praticamente todos os feriados nacionais. Ao todo, serão dez datas - entre oficiais e não-oficiais - que, na maioria, caem em segundas ou sextas-feiras. É o dobro de 2014, quando boa parte das folgas coincidiu com o fim de semana. O lado positivo é a possibilidade de dar uma trégua na rotina e recarregar as baterias. Para a economia, no entanto, o montante é negativo, alerta a Pactum Consultoria Empresarial, pois representa uma perda de R$ 45 bilhões para o país.

A rã, o escorpião e o iminente retorno do imposto sobre combustíveis

28 de novembro de 2014

Esopo foi um escritor na Grécia antiga e a ele se atribui a criação da fábula como gênero literário. Em suas obras, os animais falam e têm características humanas, recurso alegórico que continua válido e eficaz para nos levar à reflexão.

Hora de voltar a construir o Brasil

31 de outubro de 2014

Foi uma eleição polarizada e bastante politizada, o que é muito bom sob a perspectiva da saúde e da vitalidade da democracia. Contudo, tempo é um luxo que não temos. É hora de sermos todos artífices da execução, pondo de lado diferenças ideológicas. É hora de agir firmemente na resolução do baixíssimo crescimento econômico, aqui e em todo e qualquer rincão do Brasil. Um novo ambiente surgiu dos resultados das urnas.

Você prefere renda ou crédito?

22 de agosto de 2014

As recentes medidas anunciadas pelo Banco Central para injeção de crédito no mercado correm sérios riscos de não surtir o efeito desejado. Liberar dinheiro para incentivar o consumo de uma população já endividada, além de paliativa, é uma medida ineficiente para resolução do problema estrutural. Nós estamos querendo crescer incentivando o consumo e não é por aí.

Soluções Míopes

08 de agosto de 2014

Em período de campanha, os defeitos da gestão do país e a busca por soluções são expostos intensamente. É como se estivéssemos sempre engajados na vida política, fazendo jus à máxima do filósofo grego Platão: “O castigo dos bons que não praticam política é ser governado pelos maus”. Não somos uma sociedade madura politicamente.

Drupal SEO